Veja Como Tomar A Decisão Certa Para Seu Filho Entre Pai E Mãe


Antes de tudo, saiba que em alguns momentos os pais podem não concorda com a decisão de educar seus filhos. Por exemplo, as vezes a mãe autoriza que sua criança vá brincar, enquanto o pai diz que ela deve fazer antes suas atividades escolares.

Saiba que por mais simples que parece, essas pequenas decisões dos pais podem confundir a cabeça da criança sobre que ela deve respeitar. Dessa forma, pode acabar gerando na criança rebeldia e falta de respeito com ambas as partes, tanto com o pai ou mãe.

Sendo assim, é por isso que devemos entender e aprender a entrar em acordo com nosso parceiro de relacionamento para criar nossos filhos. Então, aqui vamos compartilhas algumas dicas de como melhorar esses desacordos com seus filhos e diminuir esses problemas. Veja:

Acordos e soluções

Em diversos momentos da vida, pode ocorrer que tenha desacordos com os seu parceiro sobre a criação de seus filhos. Isso porque, cada pessoas possui sua própria perspectiva de vida sobre o que é certo é errado. Isso vem ao fato de cada pessoa ter tido uma criação diferente em sua infância, o que faz levar para uma vida todo o jeito certo de criar seus filhos. Devido a isso, é preciso que saiba que para ter uma boa criação de seu filho, é preciso que entre em sincronia com seu parceira.

Dessa forma, é possível que os parceiros estabeleçam uma forma de criar seu filho sem que um tire a autoridade do outro. Para isso, basta que entenda que nem sempre esta certo, e aceite que a melhor decisão pode ser a tomada pela o outro lado da relação. Sendo assim, o principal intuito e que os parceiros conjugais aprendam a trabalhar junto, para que alcance o objetivo de sempre oferecer o melhor para seu filho.

Agora veja, o que é necessário para que entre em acordo com seu parceiro:

1. Ouvir com atenção

De modo geral, na maior parte das vezes acreditamos estar certo de uma decisão e acabamos simplesmente isolando a decisão de nosso parceiro. Porém, é preciso que aprenda a analisar as duas decisões e decidir entre vocês qual a melhor opção para seu filho e não para você.

Isso porque, as vezes seu parceiro tem notado algo na situação que você não tenha percebido. Sendo assim, analisar a situação e conversar com seu parceiro pode ser a melhor forma de chegarem a um acordo. Porém, é sempre importante que se decidam sobre qual decisão tomar longe da criança, em um local onde ela não possa escuta-los.

2. Um objetivo em mente

Antes de tudo, é importante que sempre o objetivo de nossas ideias ao falar ou definir para nossos filhos. Ou seja, qual benefício isso vai causar para seu filho ao ordenar que cumpra sua ondem?

Dessa forma, ao encontrar o benefício dessa ordem, você e seu parceiro vai poder chegar a um acordo de forma mais pacifica. Sendo assim, você e seu parceiro vai poder qual das duas ideias causa o maior benefício e aprendizado para vida da criança.

3. “Agora é a sua vez”

Caso seja um situação complicada de chegar a um acordo, saiba que é preciso que abra mão da autoridade e deixe que seu parceiro tome a vez. Sendo assim, deixe que uma das partes tome a decisão sozinha de qual será a melhor opção para seu filho, e qual deve ser a ordem emposta. Dessa forma, quando os dois tiverem de acordo de não interferir na ordem definida, a criança terá apenas um decisão a se seguir.

4.Decisão de escutar as ideias de seus filhos

Uma das melhores opções é da voz para criança e deixar que ele se expresse e indique uma boa expectativa para aquele momento. Dessa forma, o escute é peça um tempo para que análise seus pensamentos junto com seu parceiro conjugal. Dessa forma, ambas as partes pode traçar um bom plano de educação para que a criança cumpra com os desejos dos pais.

5. Decisão de Dialogar

Nesta etapa é de extrema importância que os pais sentem e conversem, isso porque o diálogo pode ser a forma mais simples de chegar a uma decisão. Dessa forma, deixe as emoções e sentimentos de lado, e de ouvidos para a razão. Sendo assim, vai ser possível tomar uma decisão logica em relação a sua decisão e de seu ou sua companheiro (a).

Lembre-se que o mais importante é a melhor decisão para criar e educar seu filho. Sendo assim, largue seu ego de lado, e busque sempre a melhor forma de cuidar de seu filho.

Você Pode Gostar.

© 2022 - Zuplr.com